Crespo

Do Casa di Caboclo aos prêmios e a carreira solo.

Crespo MC, rapper paulistano  ficou conhecido pelo seu trabalho a frente do Casa di Caboclo. A influência do samba e a brasilidade  aracterística de suas canções não desaparecem, por se tratar de um traço da personalidade do MC que é integrante da ala dos compositores da Rosas de Ouro e filho de Barbosa autor do samba do “Arauto” campeão do carnaval de 1980 pela Mocidade Alegre e eleito em 2000 como o melhor samba-enredo do séc. XX do carnaval paulistano, porém agora sua função de MC estará em evidência e não incorporada a todos os instrumentos que marcavam a música do Casa di Caboclo.

Pelo Casa di Caboclo com o primeiro disco, Crespo ganhou o prêmio Cata-vento de 2008 da Rádio Cultura como melhor CD de Rap do ano e garantiu aparições elogiadíssimas em revistas como Raça, Rolling Stone, +Soma, Cemporcento skate, Hardcore entre outras.

Já o segundo disco, “Poético, etílico e ritmado”, antes mesmo de ser lançado já conseguiu o feito inédito de vencer tanto no voto popular quanto no voto do júri especializado no concurso Oi versões Noel Rosa com a música Gago Apaixonado. “Poético, etílico e ritmado” chegou ao mercado com 10 mil cópias distribuídas gratuitamente na Revista +Soma, participações nos programas de televisão Record News, Experimente(Multishow) e Manos e Minas(TV Cultura), além de shows em diversas festas tradicionais de São Paulo como Seleta Coletiva(Studio SP) e Chocolate(Clash Club).

Apostando no ritmo e na poesia o novo trabalho contará com o apoio da empresa brasileira aLeda: O EP “Tarja Verde” tem beats produzidos por DJ QAP (Pulse 011 e SPFUNK), DJ Marco (Céu e Sintonia), Johnny Campanile (Real HIP-HOP) e participações especiais de Nathy MC (Pulse 011) e Zeider (Planta e raiz).